imprensa

Uma nova realidade no Steffen

A segunda-feira, 8 de outubro, foi dia de verificar, in loco, os resultados da obra de expansão de rede realizada nas últimas semanas, na região do bairro Steffen. No local, foram implementados cerca de 400 metros de novas tubulações, com o objetivo de melhorar a pressão e vazão de água tratada para diversas ruas do bairro, historicamente prejudicadas com desabastecimentos.

Em posse de um manômetro, o diretor-presidente do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Brusque, Luciano Camargo, percorreu as ruas beneficiadas e conversou com a população local. Com o equipamento, o gestor verificou que a pressão média, que antes era de aproximadamente 25 mca (metros de coluna d’água), agora gira em torno de 35 mca.

A mudança, de acordo com Camargo, ocorreu por conta da colocação de uma rede com diâmetro adequado para a localidade, aliado à manobra realizada para que a água tratada que chega ao bairro viesse da Estação de Tratamento de Água (ETA) Central.

“Aproveitamos a manhã, que é um período de calor e alto consumo, para medir os hidrômetros. Foi um belo trabalho. Quero dar meus parabéns tanto ao pessoal de Engenharia, quanto aos servidores que executaram a obra. Nós percebemos que em todas as ruas a pressão melhorou. Temos certeza que neste verão não faltará água nesta região, a não ser, é claro, que tenha alguma obra na região”, explica Luciano.

A obra teve como objetivo melhorar a distribuição de água tratada em ruas como Carlos Todt, Pedro Steffen, Domingos Frederico Orlandi, João Frederico Steffen, Augusto Steffen e Ademar Vicente Knihs.